EMERJ

Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro

ícone da bandeira que traduz para o idioma Espanhol ícone da bandeira que traduz para o idioma Francês ícone da bandeira que traduz para o idioma Inglês ícone da bandeira que traduz para o idioma Português

FALE CONOSCO

Magistrados

Eventos

Cursos Abertos

Publicações

Portal do Aluno

Concursos EMERJ

EMERJ Virtual

Núcleos de Pesquisa

Fale Conosco fale conosco

Magistrados do PJERJ e alunos de pós-graduação da EMERJ terão acesso gratuito à biblioteca jurídica digital

Uma biblioteca jurídica ao alcance das mãos, a partir do clique do mouse, é o presente da EMERJ para a volta às aulas. Em janeiro de 2022, a plataforma digital “Minha Biblioteca” será disponibilizada para magistrados do PJERJ e alunos de pós-graduação da Escola.

Com um acervo de cerca de 2.400 livros jurídicos, a plataforma é formada pelas principais editoras acadêmicas do Brasil, possibilitando a estudantes, professores e profissionais acesso rápido, fácil e simultâneo a milhares de títulos.

Nela, os usuários poderão buscar termos dentro de um livro, receberão sugestões de títulos baseadas nas suas leituras de preferência, além de poder criar, editar e compartilhar seus realçadores.

A iniciativa é uma parceria entre a Biblioteca TJERJ/EMERJ - Desembargador José Carlos Barbosa Moreira - com a Secretaria-Geral e o Departamento de Tecnologia da Informação (DETEC), ambos da Escola.

O acesso à plataforma digital se dará gratuitamente por contas individuais que serão fornecidas através de convites dirigidos aos magistrados do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) e aos alunos com matrícula ativa dos cursos de pós-graduação e permitirão que o acervo de cerca de 2.400 livros seja acessado de qualquer lugar e por qualquer dispositivo, tais como: computador, celular ou tablet.

A ideia

Membro da Comissão de Biblioteca e Cultura (COBIC) da EMERJ, o servidor do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) Marcos Lima Rolim, especialista em Direito Constitucional pela Estácio de Sá e um dos idealizadores da iniciativa, explicou:

“Este projeto surgiu de uma necessidade inerente a todas as bibliotecas do mundo, que é virtualizar o acervo, muito em decorrência dos avanços tecnológicos e das mudanças no hábito de leitura, além da enorme quantidade de recursos de leitura que surgiram, que acabaram por impulsionar, no âmbito das bibliotecas, a necessidade de fornecer livros de maneira virtual, que os usuários possam acessar em qualquer lugar”, disse.

Marcos Rolim ainda destacou: “Foi feita uma pesquisa e chegamos a este produto da ‘Minha Biblioteca’, que é uma plataforma de leitura virtual fantástica. Considero que seja um recurso extraordinário para todos os operadores do Direito, estudantes e pesquisadores. No âmbito do Direito, teremos disponíveis 2.400 títulos de 15 editoras parceiras e 38 selos editoriais da plataforma, que fornece os livros atualizados”.

A secretária-geral da EMERJ, Luiza Alves de Castro, explicou: “A disponibilização da plataforma ‘Minha Biblioteca’ aos magistrados contribuirá para o aperfeiçoamento e a atualização dos juízes e desembargadores no que tange à legislação, além de permitir a consulta a inúmeras obras doutrinárias. Com relação aos alunos dos cursos da pós-graduação, acreditamos que permitirá a ampliação do conhecimento e o aprimoramento das pesquisas e dos trabalhos de conclusão de curso. Para os alunos do Curso de Especialização em Direito Público e Privado, a ferramenta será uma importante aliada na preparação para o concurso da magistratura ou outras carreiras públicas, pois o aluno terá à sua disposição cerca de 2.400 títulos para o desenvolvimento de seu estudo.”

Em breve, as informações sobre acesso à plataforma serão encaminhadas para o e-mail dos magistrados e alunos.

 

23 de dezembro de 2021

 

Departamento de Comunicação Institucional (DECOM)